Estatutos

Estatutos Almada Mundo Associação

 

 

Associação sem fins lucrativos, de duração indeterminada, regida pelos Estatutos e demais legislação aplicável.

(Art.º 1.º)

 

A Associação pode estabelecer estruturas, pólos e delegações ou outras formas de descentralização convenientes para o desenvolvimento de projetos e atividades no âmbito das áreas de educação, formação e inovação.

(Art.º 2.º)

 

OBJETO SOCIAL

A associação tem por objeto social atividades no âmbito do apoio à educação e formação de todas as classes etárias.

(Art.º 3.º)

 

1. A associação tem por objeto contribuir para o desenvolvimento dos sistemas de educação, formação e inovação numa perspetiva inclusiva, emancipatória e de uma cidadania plena, em todos os níveis e âmbitos de ação.

2. A associação rege-se por princípios de valorização da pessoa, do conhecimento e da inovação, construídos em redes e parcerias, em comunidades de aprendizagem e de prática, e na interação de políticas educativas e formativas, de âmbito local, nacional e internacional.

3. A associação privilegia a diversidade linguística e cultural dos povos na salvaguarda do património cultural e interidentitário da humanidade.

(Art.º 4.º)

 

Para a prossecução dos seus objetivos compete à associação, designadamente:

a) Participar na construção da sociedade do conhecimento, da informação e da comunicação estimulando a criatividade, o questionamento e o pensamento crítico e reflexivo como fundamentos da ação transformadora,

b) Desenvolver processos de mudança ao nível das comunidades e dos contextos educativos e formativos através de dinâmicas de educação, formação e inovação;

c) Conceber e implementar projetos inovadores de investigação e de intervenção a nível local, nacional e internacional nas áreas da educação, formação e inovação;

d) Promover a mobilidade profissional e académica para uma educação global, tanto no contexto nacional como internacional, no respeito pela diversidade cultural e linguística e no reconhecimento da pessoa, dos valores, dos conhecimentos e das experiências e vivências;

e) Ativar procedimentos formativos que estimulem a autoformação, a investigação e a emergência de práticas inovadoras e eficazes, adequando a formação à diversidade de contextos, expectativas e necessidades;

f) Proporcionar a criação de ambientes digitais de aprendizagem e de formação, garantindo a transversalidade das TIC e Multimédia nos processos formativos;

g) Estimular e consolidar atitudes e metodologias de trabalho colaborativo, desenvolvendo novas competências e saberes partilhando a produção de recursos e de boas práticas;

h) Estabelecer relações com quaisquer organizações locais, nacionais e internacionais e com elas acordar formas de cooperação consentâneas com o objetivo social da associação;

i) Criar estruturas e desenvolver parcerias que estimulem a partilha e o intercâmbio com associações e instituições locais, nacionais e internacionais nas áreas da educação, formação e inovação;

j) Constituir comissões especializadas e grupos de trabalho para análise e tratamento de questões ligadas à educação, formação e inovação;

k) Elaborar, dinamizar e promover programas e planos de ação nas áreas da educação, formação e inovação com visão global;

l) Conceber e implementar uma linha editorial com enfoque nas dimensões da educação, formação e inovação, privilegiando a diversidade de meios, suportes e tipologias de expressão e comunicação;

m) Organizar equipas de prestação de serviços de assessoria e consultadoria, no âmbito da educação, formação e inovação;

n) Conceber e dinamizar espaços criativos – Laboratórios de Aprendizagem – nas áreas da educação, formação e inovação;

o) Proporcionar experiências de formação prática em contexto de trabalho e promover a inserção profissional de estagiários;

p) Apoiar programas de reconversão profissional, de mobilidade profissional e de qualificação académica e profissional;

q) Privilegiar a criação e desenvolvimento de projetos de âmbito socio-cultural, artístico e desportivo com impacto local, nacional e internacional a nível da educação, formação e inovação;

r) Promover a geminação de projetos glocais com dimensão intercultural, inclusiva e de sustentabilidade;

s) Organizar e promover reuniões, conferências, seminários, colóquios, ações de formação e outras atividades similares, nas áreas da educação, formação e inovação.

 

(Art.º 5.º)